Solução

Cuidado ao optar por Comportas de Fibra de Vidro (PRFV)

As principais características e cuidados ao definir o tipo e material de suas Comportas.

[Cuidado ao optar por Comportas de Fibra de Vidro (PRFV)]

O uso do PRFV vem se expandindo dia a dia, porém em muitas das vezes sem critério ou análise crítica, prejudicando assim o seu uso e até de equipamentos já consagrados.

Para isso vamos entender o que de fato é o Polímero Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV).

Material composto da aglomeração de finíssimos filamentos de vidro que não são rígidos e são altamente flexíveis. Quando adicionado à resina poliéster (ou outro tipo de resina), transforma-se em um composto popularmente conhecido como Fibra de Vidro ou PRFV.

O PRFV tem alta resistência à tração, flexão e impacto, sendo muito empregado em aplicações estruturais. É leve e não conduz corrente elétrica, sendo utilizado também como isolante estrutural. Permite ampla flexibilidade de projeto, possibilitando a moldagem de peças complexas, grandes ou pequenas, sem emendas e com grande valor funcional e estético.

Não enferruja e tem excepcional resistência a ambientes altamente agressivos aos materiais convencionais. A resistência química do Fiberglass é determinada pela resina e construção do laminado. Pode ser produzido em moldes simples e baratos, viabilizando a comercialização de peças grandes e complexas, com baixos volumes de produção. Mudanças de projeto são facilmente realizadas nos moldes de produção, dispensando a construção de moldes novos. Os custos de manutenção são baixos devido à alta inércia química e resistência às intempéries, inerente ao material.

Ou seja, material muito interessante, versátil e que permite inúmeras aplicações, porém com cuidado, pois como tudo nessa vida e mundo, o PRFV também possui suas limitações.

Por mais que adicionado protetores solares ou resistentes a UV a sua formula, sua resistência é relativamente baixa, de maneira que impacta por consequência na sua redução de resistência mecânica.

Sua resistência mecânica é boa, ainda mais quando se adiciona mais Fibra ou Tecido, o que eleva sua resistência, todavia quando comparado ao Aço em mesmas dimensões a mesma ainda perde de longe.

Nesse sentido vale a pena salientar, Comportas de PRFV normalizadas (AWWA C563) são boas e funcionam, mas quando a aplicação possui carga hidráulica elevada, grande dimensão a gaveta e alta exposição ao Sol, ficam inviáveis, pois sua engenharia exige reforços que encarecem ao ponto de ficar mais caras que as comportas de aço.

Sugerem-se normalmente Comportas de Fibra, somente para pequenas Stop Logs e Comportas de Canal, visto que trabalham com sede somente em 3 lados e possuem baixa pressão hidráulica.

Para comportas de maior pressão, grande dimensão e/ou alta exposição ao Sol, sugere-se aplicação de comportas de Aço Inoxidável.

Vale lembrar que conceitos para aumento de resistência mecânica, como alma de Aço Carbono, é um grande erro, pois como o PRFV é poroso, o fluido penetra nas entranhas da Fibra e contata o Aço Carbono, gerando assim sua oxidação e consequentemente a delaminação do PRFV.

Fale com nossa equipe técnica

Estamos disponíveis de segunda a sexta das 7h30 ás 17h00 (Brasília)

[email protected] +55 (11) 94153-8033 +55 (11) 4693-2042